09 julho 2005

Charles Van Riper

A pessoa que recebe o título da primeira postagem deste blog foi um grande estudioso a cerca do tema gagueira. Nascido em 01º de dezembro de 1905, em Michigan (EUA), Charles sofreu por sua gagueira severa desde pequeno. Na época de estudante, sua tartamudez se agravou bastante, levando-o a tentar diversas vezes o suicídio. Mas foi graças a sua coragem e alegria que ele combateu de frente seu principal adversário. Graduou-se em psicologia. Escreveu muitos artigos e deu palestras por todo o mundo. Ninguém havia, até então tido a preocupação de estudar e aprender sobre a gagueira. Em 1936 fundou uma das primeiras clínicas da fala nos Estados Unidos, a qual dirigiu até um enfarte em 1967, que o obrigou a deixar a função. O Dr. Van morreu em 25 de setembro de 1994, aos 88 anos em sua casa. Em suas batalhas contra a gagueira, descobriu que deixando de lutar contra ela, gaguejava mais fácil e fluidamente. Também descobriu que ela piorava em virtude do poder que ele dava aos seus ouvintes.

A frase que dá título a este espaço é dele. Ele descobriu que na condição de gago tinha que "aceitar a gagueira, e aceitar a responsabilidade de fazer algo para melhorar". Seguindo seu conselho, crio este blog.

Sejam todos bem-vindos!

Para saber mais sobre Van Riper, acesse o Grupo de Autoajuda de Gagos das Astúrias.

3 comentários:

Eleide disse...

Legal a idéia do blog, Wladimir!
Valeu!
Um abraço!
Eleide

Priscilla Silveira disse...

Ótima idéia, Wladimir!!Saiba que serei leitora assídua de suas postagens, dando sempre que puder comentários que contribuam!!Ah, colocarei um link de seu site no meu, ok!

Priscilla Silveira disse...

Com certeza Van Riper é um dos grandes nomes nos estudos sobre gagueira:mundialmente conhecido. No entanto,apesar de muitas de suas frases, ao lidas, serem de grande valia, há que se ter também um senso crítico ao acessar sua teoria, assim como devemos fazer em todas. Quando ele afirma, por exemplo, que a definição de gagueira é difícil porque só quem conhece realmente o que a mesma representa é o sujeito gago(vale lembrar que ele era), discordo, ao considerar que a falta de percepção e consciência do que faz parte de sua gagueira reside na maioria destes sujeitos. Já sobre a questão de aceitar a responsabilidade de fazer algo para melhorar, Van Riper, como o próprio afirma, não apresentou uma cura da gagueira, mas o uso de técnicas que a controla. Creio existir outos caminhos que não o de oferecer novas formas de mascarar o problema...