27 abril 2006

Grupo de Auto-Ajuda de Natal - Quarto Encontro

O quarto encontro ocorrerá no próximo sábado, dia 29/04. Muito possivelmente será realizado novamente e provisioriamente (o provisório que vai tornando-se permantente) no Parque das Dunas, Natal-RN, às 9h da matina. Ponto de encontro é no portão principal do parque e a entrada custa R$1,00. A pedido de membros do grupo, a reunião é restrita a pessoas que gaguejam.

Nesta oportunidade, discutiremos o texto "Ressignificar a Imagem de Falante", da Fonoaudióloga Silvia Friedman, que está no saite Gagueira - Novos Paradigmas. É importante, principalmente para aqueles que comparecerão à reunião, a leitura do mesmo. Se for possível imprimi-lo e levá-lo, será um facilitador na hora da discussão.

Aqui um breve trecho do texto:

As reações de não aceitação do padrão disfluente de fala tem
efeito no funcionamento discursivo, porque desviam a atenção do falante do sentido para a forma do dizer e porque o levam a querer controlar a forma espontânea de falar para ser aceito socialmente. A tentativa de controlar o espontâneo leva o falante a prever os lugares em que a gagueira ocorrerá. Antecipar os lugares de ocorrência da gagueira na fala que ainda não foi falada, dá ao falante a ilusão de poder controlar a fluência e, desse modo, ele se permite continuar falando. Com isso, freqüentemente cria truques para “driblar” a gagueira que havia previsto, como trocar palavras; inspirar brevemente antes de uma palavra temida, etc. Essa forma de funcionamento gera rupturas bizarras na fluência, gestos de fala tensos e tensões no corpo. Isso aumenta ou mantém as reações de não aceitação, bem como as tentativas de controlar o espontâneo, aprisionando o falante a essa forma de funcionamento.

Sobre o provisório que vai tornando-se permanente, quero esclarecer que estou fazendo algo para realmente ser provisório. Mês passado enviei, com o auxílio e a pedido da Fonoaudióloga Priscilla Silveira, um ofício, para uma universidade local, solicitando a cessão de um espaço (uma sala de aula) para que possamos realizar nossos encontros com mais conforto e infra-estrutura. Até o presente momento não tenho respostas. Quem sabe pro mês que vem?!?!

Quero também salientar que achei interessante modificar o tipo do grupo. Passando-o de Grupo de Apoio para Grupo de Auto-Ajuda. Dessa forma, coloca-se o indivíduo frente ao seu próprio senso de responsabilidade, de forma tal que lhe permita encarar os fatos e utilizar o seu poder de escolha. Vou levar esta idéia para o pessoal. Estou também à procura de um nome para este grupo. Se alguém tiver alguma sugestão...

Um comentário:

Macedo disse...

Campeão, tua idéia é um Ovo de Colombo : << ... de Grupo de Apoio para Grupo de Auto-Ajuda.>>

Espero que os outros Grupos aceitem tua sugestão.

Parabéns pela qualidade do teu Blog.

Macedo SP