02 maio 2006

Filho com Gagueira?!?!

Há muito tempo tive o seguinte pensamento:

"Quando eu tiver um(a) filho(a) será que ele(ela) irá gaguejar?"

Naquela época, isso muito me preocupou. Imaginar os possíveis obstáculos e dificuldades que um filho enfrentará, devido a uma característica que é bastante estigmatizada pela sociedade, é algo não muito prazeroso de se conviver. Pior ainda é saber que aquele novo ser é assim por questão hereditária. E a "origem" seria eu...

Hoje em dia, já não penso mais assim. Pensei isso por algumas razões, que hoje consigo enxergá-las. Primeiro que eu era muito ingênuo, imaturo e despreparado. Segundo porque a gagueira me dominava. Ela era maior, mais forte, mais tudo do que eu. Se eu a via dessa forma, nada mais natural do que eu refletir meus sentimentos e sensações em um futuro filho.

Hoje em dia, sabendo que realmente a gagueira pode ser "transmitida" hereditariamente, tenho a certeza de que diante da concretização desta possiblidade, de um possível filho gago, a minha postura (bem como a da mãe) propiciará que "facilmente" aquela pessoinha se liberte da gagueira. Recentemente, li uma frase de Wendell Jonhson onde ele dizia que "a gagueira não está na boca da criança, mas no ouvido dos pais". É uma frase repleta de sensibilidade e que reflete a pura verdade. Uma criança criada com carinho, com atenção especial para o possível aparecimento deste fenômeno, diminui em muito as possiblidades do surgimento da gagueira sofrimento.


____________________

Nesta ocasião, trago um vídeo, em inglês, com crianças e adolescentes que gaguejam. Eles falam sobre o que é gagueira, sentimentos por gaguejar, contam ocasiões que gaguejaram, o que fizeram quando foram motivos de risos, entre outras coisas.

Na página que abrirá você deve escolher em qual programa deseja que o vídeo seja mostrado. Ou Quick time, ou Real Media Player, ou Windows Media Player. Além de escolher entre internet banda larga (broadband) ou discada (dial-up). Clique aqui e escolha a sua opção para assistir ao vídeo.

3 comentários:

Arnoud disse...

Parabéns pelo seu aniversário!

Que sua estrada seja longa!

Abraços!

Olavo disse...

Pegando o gancho, Wladimir, também te desejo Vida Longa.

Desejo Vida Longa para todos os meus (ini) amigos, para que assistam, de pé, minha Vitória.

Olavo.

Wladimir disse...

Grato pelas palavras. O mesmo que desejaram para mim, desejo em dobro.