19 novembro 2007

Repercussão do Livro


A reportagem acima foi veiculada no UnP em Foco (ano 03 nº 109, Natal-RN, quinta-feira, 15 de novembro de 2007), jornal semanal da Universidade Potiguar, distribuído gratuitamente tanto dentro dos cinco campi da universidade, quanto no Diário de Natal, um dos maiores periódicos do estado do Rio Grande do Norte. Ou seja, informação séria e de qualidade pra muita gente ler.

Para quem não me conhece, esse cara aí sou eu. Fiquei bem simpático. Confesso!

Clique na imagem para ampliá-la e lê-la sem precisar de lupa.

7 comentários:

Sanderson disse...

Logo logo teremos um representante no Senado?! :)
Que tal fazer da brincadeira uma idéia?

Wladimir disse...

Quem sabe meu amigo...quem sabe?!rsrs

mariangela disse...

Parabéns, sr. simpatia!!! Você merece todo o destaque e reconhecimento, com certeza.
Fico muito feliz com seu sucesso e masi ainda com seu trabalho, tão importante.

Lauro disse...

Eu sou gago, hoje tenho 27 anos e já fiz alguns tratamentos quando menor e não deram muito resultado. Hoje tento conviver com isso mas não é fácil pois sou motivo de gozações de muita gente que mesmo me conhecendo como sou não perde a brincadeira. Acho que este livro poderia até mudar as opiniões de algumas pessoas leigas sobre o assunto e repensarem a forma de tratar quem é gago.

Wladimir disse...

Lauro, ser motivo de gozações não é fácil para ninguém. Rebater violência com violência não dá certo, mas que tal você retrucar essas pessoas com a seguinte posição afirmação: que bom que te faço rir com algo que me faz sofrer.
Creio que a pessoa ficará completamente desorientada e até lhe pedirá desculpas. Já será uma pessoa que, possivelmente, mudará de postura. Passe também a não querer falar bem, como algo a ser seguido fervorosamente. Quanto menos tentarmos falar bem, mais conseguiremos. Falar é espontâneo e não deve ser tentado. Perceba que isso já ocorre com você. Existem situações que você se surpreende por não ter gaguejado? Não me refiro somente a falar com crianças, imitar, etc. Isso ocorre porque você nessas horas de fluência não se viu pressionado a ter de falar bem.

Patrícia Araújo disse...

aí wladimir parabenizo vc por essas conquistas!! Deus abençoe sua caminhada!
ps: minha dores d cabeça virou enchaqueca no dia da reunião!! me perdoe por alguma coisa!!

Fernanda disse...

Você merece todo tipo de reconhecimento!É merecedor de cada elogio!Que Deus continue te abençoando nessa jornada.
P.S. ainda é gatinho!!!rs
Abraços =]