29 dezembro 2006

Para Pais de Crianças com Gagueira

Ontem, eu me acordei com a idéia desta postagem na cabeça. Talvez eu sonhara com isso durante a noite. Não sei! Só sei que ao me acordar minha mente estava inquieta e preocupada com pais de crianças com gagueira.

É bastante comum sabermos das dificuldades que os pais possuem em lidar com os gaguejos das crianças. Creio que muitos de nós quando crianças já vivenciaram essa situação. Os pais, em virtude do desconhecimento não sabem como agir para ajudar seu filho. Ou, muitas vezes, com muito amor e preocupação pela criança acabam fazendo coisas que talvez não ajudem muito. É bem verdade que não deve ser nada fácil assistir à sua criança travar, tensionar e ter dificuldades para falar "mamãe" ou "papai", por exemplo. Os sentimentos que os pais sentem nesta hora são indescritíveis.

O que é importante dos pais saberem é que episódios de gagueira na infância são muito comuns. Trata-se de um aprendizado e de um amadurecimento do aparelho fonoarticulatório. Portanto, pode ser algo passageiro, que dure alguns meses. Mesmo sabendo desse detalhe, os pais não ficarão inertes à dificuldade dos filhos. Portanto, além de ser imprescindível a ida a um fonoaudiólogo, também é extremamente necessário que os adultos não transmitam ansiedade, preocupação
e negatividade para a criança. Os pais devem aceitar a gagueira na criança. Aceitação é muito diferente de acomodação, omissão ou passividade. Aceitação é o primeiro passo para transcender qualquer dificuldade na vida. Deve-se aceitar para que a própria criança sinta-se aceita com aquele padrão de se comunicar, para que ela não se sinta rejeitada. Sintindo-se rejeitada a criança criará toda sorte de "truques" para falar de um modo aceitável pelo outro. O que gerará tensão, o que proporcionará que a gagueira se instale de modo mais perene. A criança deve crescer confiante em si e em seus pais. Deve sentir-se "great", como na figura ao lado.

A figura acima foi retirada do endereço
http://www.stutteringtherapy.org/index.html .
Trata-se da representação do estado emocional
de uma criança após um tratamento adequado.
"I Feel Great!" = "Eu me sinto ótima!"

Um comentário:

maykom.1996 disse...

eu também sou gago tenho muita vergonha de falar em publico.meu coração dispara quando chega minha vez de falar